Anatomia Humana: Sistema Circulatório

A função do sistema circulatório é levar material nutritivo e oxigênio às células. O sangue transporta material nutritivo que foi absorvido pela digestão dos alimentos às células de todas as partes do organismo, transporta produtos residuais e apresenta células especializadas na defesa orgânica contra substâncias estranhas e microrganismos. É um sistema fechado constituído por tubos (vasos) no interior dos quais circulam humores (sangue).

 

DIVISÃO

  • Sistema sanguífero: vasos condutores do sangue (artérias, veias e capilares) e coração;
  • Sistema linfático: vasos condutores da linfa (capilares linfáticos, vasos linfáticos e troncos linfáticos) e por órgãos linfoides (linfonodos e tonsila);
  • Órgãos hemopoiéticos: medula óssea e órgãos linfoides (baço e timo).

 

CORAÇÃO

  • Tecido muscular estriado esquelético;
  • Endotélio: reveste internamente o miocárdio;
  • Endocárdio: camada íntima dos vasos que chegam ou saem do coração;
  • Epicárdio: externamente ao miocárdio, é seroso;
  • Apresenta 4 câmaras: dois átrios e dois ventrículos;
  • As câmaras são divididas por septos, sendo eles:

Septo átrio-ventricular: divide o coração em porção superior e inferior;

Septo inter-atrial: divide o átrio em esquerdo e direito;

 Septo inter-ventricular: divide o ventrículo em esquerdo e direito.

 -> Óstios átrio-ventrículares: possibilitam a comunicação do átrio esquerdo com o ventrículo esquerdo e do átrio direito com o ventrículo direito.

  • Apresenta valvas que orientam a corrente sanguínea;
  • As valvas átrio-ventriculares permitem a passagem do sangue somente do átrio para o ventrículo. A valva átrio-ventricular direita é a tricúspide (ou seja, apresenta 3 válvulas) e a valva átrio-ventricular esquerda é mitral (ou seja, apresenta 2 válvulas);
  • O coração apresenta forma cônica, uma base (área ocupada pelas raízes dos grandes vasos), um ápice e faces (esternocostal, diafragmática e pulmonar);
  • Vasos da base:

No átrio direito desembocam a veia cava superior e a veia cava inferior;

No átrio esquerdo desembocam as veias pulmonares;

Do ventrículo direito sai do tronco pulmonar que bifurca-se em artérias pulmonares direita e esquerda;

Do ventrículo esquerdo sai  a artéria aorta

  • Existe um dispositivo valvar para impedir o retorno  do sangue por ocasião do enchimento dos ventrículos (diástole ventricular): são a valva do tronco pulmonar e a valva aórtica. Cada valva é constituída por três válvulas semilunares em forma de bolso;
  • É situado na cavidade torácica, atrás do esterno, acima do músculo diafragma sobre o qual em parte repousa, no espaço compreendido entre os dois sacos pleurais;
  • Quando ocorre a sístole (contração) ventricular, a tensão nesta câmara aumenta consideravelmente, o que poderia provocar a eversão da valva para o átrio e consequente refluxo de sangue para esta câmara. Tal fato não ocorre porque cordas tendíneas prendem a valva a músculos papilares, os quais são projeções do miocárdio nas paredes internas do ventrículo.
  • Pericárdio: saco fibro- seroso que envolve o coração

Camada externa: pericárdio fibroso;

 Camada interna: pericárdio seroso, possui uma lâmina parietal, aderida ao pericárdio fibroso e uma lâmina visceral, aderente ao miocárdio (epicárdio).

  • Vasos sanguíneos:

Artérias: são tubos cilindroides elásticos, nos quais o sangue circula centrifugamente em relação ao coração. Existem artérias elásticas ou de grande calibre (aorta), artérias distribuidoras, musculares ou de tamanho médio (maioria das artérias do corpo), arteríolas (maior resistência ao fluxo sanguíneo, contribuindo assim para reduzir a tensão do sangue antes de sua passagem pelos capilares). Elas mantêm o fluxo sanguíneo constante. Existem artérias superficiais (calibre reduzido e distribuição irregular) e artérias profundas (acompanhadas por 1 ou 2 veias (veias satélites)).

Veias: são tubos nos quais o sangue circula centricipitalmente em relação ao coração. Existem veias de grande porte, médio porte, pequeno porte e vênulas. Estas apresentam maior calibre que as artérias correspondentes. O número de veias é maior do que o das artérias. A velocidade do sangue é menos nas veias que nas artérias. As veias superficiais são mais calibrosas no pescoço e nos membros, as veias profundas podem ser solitárias (veia cava) ou satélites das artérias e as veias comunicantes comunicam veias superficiais com veias profundas. possuem válvulas.

Capilares: são microscópicas, interpostos entre artérias e veias.

 

SISTEMA CIRCULATÓRIO

  • Circulação pulmonarCirculação pulmonar

 

  • Circulação sistêmica

Circulação Sistêmica

 

SISTEMA LINFÁTICO

  • Formado por vasos e órgãos linfoides por onde circula a linfa;
  • É um sistema auxiliar de drenagem (auxiliar do sistema venoso) que depois é passado para os capilares sanguíneos;
  • Capilares linfáticos são mais calibrosos em mais irregulares;
  • Possuem válvulas;
  • Linfonodos: estão interpostos no trajeto dos vasos linfáticos como uma barreira ou filtro contra a penetração de microrganismos , toxinas ou substâncias estranhas na corrente sanguínea. Além disso, produzem glóbulos brancos.

 

Agradecimento Ricardo - ANATO

Fontes:

Anatomia Humana Básica – Dangelo e Fattini – 2ª Edição

Roteiro Prático e Resumo da Disciplina de Anatomia Humana: Curso de Biologia– Professor Ricardo Ferreira Salles

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: