Madeira

A madeira é, basicamente, o xilema secundário do caule de uma planta, sendo bem diferente em gimnospermas e angiospermas.

Em gimnospermas a madeira é mais simples por ser formada por, em maioria, células do tipo traqueídes, enquanto que em angiospermas temos diversos tipos celulares e elementos de vaso.

Em cortes transversais, madeiras provenientes de, principalmente, regiões temperadas (estações bem definidas) apresentam zonas concêntricas de crescimento, os “anéis”. 

Por meio deles, conseguimos estipular a idade da árvore. Em resumo, cada anel é constituído pelo xilema inicial/primaveril, camada menos densa e com células de paredes finas e pelo xilema tardio/estival, caracteristicamente densa e com células de paredes bem espessas.

LOPES, Sônia & ROSSO, Sergio. Bio: volume 3- 1ª ed.- São Paulo: Saraiva, 2010.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: