Anatomia Vegetal de Espermatófitas: Tecidos Vegetais – Esclerênquima

Tecido de preenchimento, realiza suporte mecânico e sustentação. Pode estar presente em todos os órgãos vegetais e suas células são mortas graças a alta lignificação da parede celular, conferindo dureza e rigidez ao tecido. Apresenta dois tipos principais de células: Esclereídeos: células pequenas com formas variáveis que podem ser solitárias ou se unir em grupos, são … Continuar lendo Anatomia Vegetal de Espermatófitas: Tecidos Vegetais – Esclerênquima

Bioquímica: Glicogenólise e Gliconeogênese

GLICOGENÓLISE Processo de degradação do glicogênio realizado pelo fígado e músculo. Regulação: Ativada: por glucagon, adrenalina, cálcio e AMP; Inibida: por insulina, ATP e glicose;   GLICONEOGÊNESE Síntese de nova glicose a partir de aminoácidos (provenientes do músculo), glicerol (proveniente do tecido adiposo) e lactato (proveniente das hemácias e do músculo). O processo é ativado … Continuar lendo Bioquímica: Glicogenólise e Gliconeogênese

Bioquímica: Glicogênese

A glicogênese é o processo de “juntar” glicoses para formar o glicogênio. O glicogênio é uma molécula formada por ligações α-1,4 entre as glicoses e α-1,6 entre as ramificações. *A glicogenina auto glicosila, isto é, adiciona moléculas de glicose! REGULAÇÃO A glicogênese é ativada quando há insulina, pois se tem insulina, quer dizer que temos muita glicose no sangue … Continuar lendo Bioquímica: Glicogênese

Bioquímica: Oxidação de lipídeos

A oxidação de lipídeos nos fornece muito mais ATP que a quebra da glicose no processo denominado glicólise. Ocorre na matriz mitocondrial e é dividida em 3 fases. Lipólise: geralmente ocorre em situação de jejum, exercício físico e estresse; 2. Ativação: o objetivo é levar a molécula até a matriz mitocondrial; 3. β-Oxidação:  SALDO ENERGÉTICO REGULAÇÃO … Continuar lendo Bioquímica: Oxidação de lipídeos

Bioquímica: Lipídeos

Os lipídeos são macromoléculas essenciais pois representam a nossa principal reserva energética, atua como isolante térmico, compõe a membrana plasmática, auxiliam na formação de hormônios, vitaminas, entre outras funções. Os mais conhecidos são os ácidos graxos, triacilglicerol (conhecido popularmente como triglicerídeos), fosfolipídeos, glicolipídeos, esteroides e terpenos. ÁCIDOS GRAXOS Saturados: apresentam somente ligações simples entre os … Continuar lendo Bioquímica: Lipídeos

Anatomia Vegetal de Espermatófitas: Tecidos Vegetais – Parênquima

Classificado como tecido de preenchimento e formado por células vivas, o parênquima se origina no meristema fundamental e forma, basicamente, todos os outros tecidos. Realiza fotossíntese, respiração e reserva de substâncias. A célula parênquimática, geralmente, é poliédrica e apresenta protoplasma vivo. TIPOS DE PARÊNQUIMA Parênquima clorofiliano ou assimilador: faz fotossíntese, tem cloroplastos e é encontrado … Continuar lendo Anatomia Vegetal de Espermatófitas: Tecidos Vegetais – Parênquima