Como são formados os tecidos de uma planta?

Já é sabido que uma planta possui diversos tecidos, tais como epiderme e súber que são de revestimento/proteção, xilema e floema que são de condução, esclerênquima e colênquima que são de sustentação e parênquima que é de preenchimento, fotossíntese e reserva. Porém, a grande questão é como eles são formados. Os tecidos vegetais são formados... Continuar Lendo →

Anúncios

Estômatos

Os estômatos são anexos epidérmicos e são as únicas células desse tecido que possuem clorofila. São responsáveis por realizar as trocas gasosas do vegetal por meio de sua abertura e seu fechamento. Esse fenômeno acontece por meio da quantidade de água existente no interior das células-guarda. Quando há uma concentração grande de água no interior... Continuar Lendo →

Pteridófitas

As pteridófitas se desenvolvem em ambientes úmidos e sombreados, mas já aguentam locais mais secos porque tem folhas mais impermeabilizadas. Já possuem tecidos condutores de seiva (ou seja, são traqueófitas ou vasculares), logo podem ser maiores. São elas as samambaias. Sua fase duradoura é o esporófito. A fecundação ainda é dependente da água e por... Continuar Lendo →

Hormônios vegetais

Auxina: promove o crescimento, atuando sob o meristema (faz com que as células se alonguem). Sua produção ocorre na gema apical, folhas jovens e sementes. Quando há uma grande concentração de AIA (ácido indolacético, um tipo de auxina) ocorre a inibição do crescimento daquela parte da planta. Para que o crescimento volte a acontecer  é necessária... Continuar Lendo →

Grupos vegetais: detalhes gerais

Nomenclatura:  Sinfonogamia: fecundação através de um tubo polínico  Traqueófitas: com tecidos condutores (pteridófitas, gminospermas e angiospermas)  Espermáfitas: com sementes (gminospermas e angiospermas)  Criptógamas: sem órgãos reprodutores (briófitas e pteridófitas)  Fonerógamas: com órgãos reprodutores (gminospermas e angiospermas) Fonte: BIOLOGIA 2 - Coleção ANGLO- Ensino Médio.

Gimnospermas

Se desenvolvem em ambiente terrestre, com predominância de clima temperado, possui importância econômica (madeira, celulose e resina). São traqueófitas (é uma planta vascular, que apresenta vasos condutores (xilema e floema)). Sua fase dominante é o esporófito.  O órgão reprodutor é o estróbilo (masculino e feminino). Os esporos são diferentes, ou seja, são heterosporos (feminino é... Continuar Lendo →

Briófitas

As briófitas se desenvolvem em ambientes terrestres úmidos (como em matas tropicais), não possuem folhas e por isso desidratam facilmente e não possuem vasos condutores de seiva (xilema e floema), o transporte de substâncias é por meio de difusão (célula a célula), justificando seu pequeno porte. São os musgos. Fase duradoura é o gametófito. São... Continuar Lendo →

Meristema

É o tecido de crescimento da planta e é formado por células indiferenciadas que estão em constante mitose. Primário: permite o crescimento em extensão e está presente desde o embrião. Secundário: permite o crescimento em largura (aparece depois) e só é presente em gimnospermas e eudicotiledônias. Possui o CÂMBIO que mais tarde forma tecido condutor de seiva.... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑